tumblr_may6erfW651qc46ozo1_500

“Você deve assumir um compromisso com o seu corpo como se ele fosse uma pessoa real: estimule-o, ame-o, diga-lhe  do que precisa. Já conversou com você mesmo no espelho? Já se abraçou por puro prazer? Tente a linguagem dos cinco sentidos, tão queridos pelo corpo. Tato, visão, olfato, audição, paladar são maneiras simples mas maravilhosas de agradar e se comunicar.

A linguagem do tato – Seu corpo é extremamente sensível ao toque. Foi uma das primeiras impressões de amor e proteção que você registrou em um nível físico, O seu corpo vai entender essa carícia como uma massagem cuidadosa e uma ordem para livrar-se do que estiver lhe causando incômodo ou dor.

A linguagem da visão – Essa é a linguagem que mais utilizamos. Confiamos em nossa acuidade visual  e dela dependemos para nos guiarmos pela vida. Quando se olhar no espelho, olhe para aquilo que seu corpo está comunicando. Se tiver olheiras pela manhã, deve verificar se está dormindo muito ou pouco, ou se está tomando café em demasia. Não procure o negativo, mas o que há de positivo. Visualize como você quer enxergar e veja esse processo em ação. Observe seus movimentos e note como sua aparência  é bem melhor quando se vê como uma pessoa viva, fluente.

A linguagem do som – O som é um dos meios mais importantes de comunicação com o seu corpo.Preste atenção aos sons que o cercam e observe como afetam o seu humor e sentido de  bem estar, Use o som para energizar ou relaxar seu corpo. Entre em sintonia com o seu corpo com os sons da natureza como os produzidos pela chuva na floresta, as ondas, sons de vibrações mais elevadas como as dos golfinhos e os das baleias, como os sinos e cantos de mantras.

A linguagem do olfato – O sentido do olfato dirige sua atenção para o mundo que o cerca. Eles identificam pessoas que você amou, lugares em que você esteve e sua saúde. Sinta o cheiro natural do seu corpo pela manhã e a noite quando vai dormir. Verifique a axila, o hálito que é um indicador excelente de sua saúde e vitalidade. Caso você não goste de seu cheiro, mude-o, partindo de dentro de você, alterando sua rotina diária. Através de exercícios e trabalho de respiração, bem como de uma nova dieta, logo vai passar a ter um cheiro diferente. Algumas pessoas não têm muito odor. Leve o seu corpo a uma viagem de aromas e entre em sintonia com os odores que o cercam procurando cheiros que despertem alegria em você.

A linguagem do paladar – O paladar está intimamente relacionado ao olfato.O gosto que se desenvolve na língua ajuda a associar um cheiro familiar a seu sabor. Você distingue entre doce, azedo, salgado e amargo. Todos os sentidos do seu corpo devem ser treinados, aperfeiçoados e exercitados para que ele se mantenha consciente e estimulado com relação à vida.

O sexto sentido – Uma das explorações mais instrutivas dentro do corpo é a arte intuitiva de ouvir as histórias que ele quer lhe contar em níveis simbólicos. Naturalmente se a pessoa pudesse ouvir o corpo, ele não teria de chegar a certos extremos. Pode-se descobrir as mensagens ouvindo com o sexto sentido, entrar em sintonia com aquela parte e perceber o que ela está dizendo. O corpo irá recompensá-lo curando-se com mais rapidez.

Do livro “Corpo sem idade” de Chris Griscom